Paulão denuncia quadrilha que criou perfil falso com sua foto nas redes sociais

Fonte:

Data: 18/09/2020

O deputado federal Paulão (PT-AL) acionou o Departamento de Polícia Legislativa da Câmara, em Brasília, para apurar o golpe de uma quadrilha que passou a usar a foto dele em mensagens nas redes sociais, oferecendo cestas básicas a candidatos em diversos municípios alagoanos.

Usando um perfil falso do parlamentar, com postagens fakes, a quadrilha, ao tempo em que oferecia “cestas básicas e kits higiênicos” ainda alimentava conversa em áudios no WhatsApp, na expectativa de extorquir a pessoa desavisada.

Disse o parlamentar que prefeitos do interior que receberam mensagem com esse tipo de conteúdo entraram em contato com ele para se solidarizar e “reafirmar o testemunho da minha conduta firme como parlamentar federal, com serviços prestados a população alagoana”.

Segundo o deputado um dos prefeitos a manifestar solidariedade foi Renato Filho (PSDB), durante a convenção no Pilar. “O prefeito disse que logo identificou que se tratava de uma de quadrilha agindo para denegrir a nossa imagem e de quem se dispusesse a entrar no jogo deles”.

Paulão declarou ainda que recebeu de um amigo policial parte do conteúdo fake que a quadrilha anda espalhando e por isso mesmo acionou a polícia legislativa, para iniciar uma investigação criteriosa e denunciar a quadrilha as autoridades policiais.

Destacou que em Arapiraca, “um assessor meu recebeu um print de WhatsApp de um agente policial com o seguinte conteúdo":

 

Por essas e outras, disse Paulão, sou um defensor intransigente da CPI das Fakes News na Câmara dos Deputados, pois quadrilhas como essas, provavelmente formadas por milicianos virtuais, não podem passar impunes.

“É preciso que a CPI se aprofunde nessa questão das noticias falsas, por que há muita gente se envolvendo em situações desta natureza, exatamente por que sabem que até agora não foram incomodados do ponto de vista legal”, declarou o deputado.

O deputado disse ainda que no atual momento político vivido no País o seu trabalho parlamentar tem incomodado a determinados setores que não compactuam com a vida democrática, a valorização da cidadania, nem com a defesa dos direitos dos trabalhadores “e por isso tentam nos atacar de forma vil e covarde. Mas, quem verdadeiramente me conhece sabe que esses bandidos não nos intimidarão”.