João Daniel e Paulão defendem liberação imediata da Sputnik V e criticam governo por ofensas à China

Fonte: https://ptnacamara.org.br/

Data: 29/04/2021

Os deputados classificaram de “inaceitável” a postura adotada pela agência reguladora, no pior momento verificado pelo Brasil desde o início da pandemia, com quase 400 mil vidas perdidas para o vírus.

Segundo os petistas, a mesma vacina reprovada pela Anvisa é usada por mais de 60 países.
“O diretor do fundo russo chamou a Anvisa de antiprofissional e mentirosa por barrar Sputnik V no Brasil e classificou a rejeição à importação do imunizante russo como resultado de uma pressão política orquestrada pelos Estados Unidos para não deixar a Sputnik entrar no País”, afirmou João Daniel.

Segundo o deputado, a atitude da Anvisa demonstra “um desprezo pela vida”, quando se constata que mais de 60 países compraram a vacina. “Como todos nós sabemos, Bolsonaro tem desprezo pelo povo brasileiro, em especial pelo Nordeste e todos sabem que o Consórcio do Nordeste tinha um acordo para a compra de 37 milhões de vacina Sputnik V”, alertou João Daniel.

O parlamentar sergipano disse ainda que a vacina russa passou por todos os critérios de segurança que a comunidade internacional impõe. Segundo ele, a Sputnik V foi aprovada pela OMS e autorizada por 62 agências reguladoras, responsáveis pela aprovação da vacina.

“Com mais essa decisão da Anvisa, não resta dúvida e não pode haver dúvida de que o povo brasileiro precisa se livrar desse pior vírus que entrou no Palácio do Planalto. Falo do governo Bolsonaro e dos seus auxiliares, a exemplo de Paulo Guedes”, destacou João Daniel.

Impeachment

O deputado acrescentou que se entristece ao ver o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), dizer que não há nenhum motivo para debater ou colocar em pauta a questão do impeachment do presidente Jair Bolsonaro. “Quantos continuarão morrendo neste País por falta de um governo que ame a vida?”, questionou João Daniel.

Ao ocupar a tribuna virtual da Câmara, o deputado Paulão também demonstrou sua indignação frente ao descalabro representado pela decisão da Anvisa. “Realmente não é compreensível a Anvisa não autorizar a compra da vacina Sputnik V, que já é usada em 60 países. Acho isso estranho, porque nós temos uma declaração do ex-ministro e coordenador do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, Sérgio Rezende, que diz que essa discussão é puramente da política ideológica do Governo”, denunciou Paulão.

De acordo com o petista, essa atitude, além de lamentável, acaba por prejudicar a população brasileira, uma vez que, segundo ele, “esse quantitativo de vacinas daria para vacinar praticamente toda a Região Nordeste e parte de outras Regiões”. Paulão lembrou que até mesmo as vacinas que já são aplicadas, começam a faltar. “Algumas pessoas que teriam que tomar a segunda dose da CoronaVac no Nordeste tiveram o processo adiado”, alertou.

China

João Daniel e Paulão também criticaram a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, que durante reunião do Conselho de Saúde acusou e atacou os chineses ao dizer que aquele país teria inventado o novo coronavírus. O ministro bolsonarista afirmou também que os chineses têm vacina menos eficiente do que os Estados Unidos.

Para os parlamentares petistas, a fala de Guedes demonstra seu preconceito e total subserviência do governo Bolsonaro aos interesses econômicos norte-americanos.

“Eu gostaria de fazer esse registo e lamentar, primeiro, essa postura insana do ministro da Economia polarizando que o vírus foi criado pela China e como se ela fosse exportadora do vírus. Nós estamos dialogando com o nosso principal parceiro comercial. É lamentável essa postura do ministro Paulo Guedes, ministro de um governo que não tem como prioridade a vida”, criticou Paulão.