Emenda do deputado Paulão garante obras emergenciais do Espaço Cultural da Ufal

Fonte: ufal.br

Data: 31/05/2021

O reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) Josealdo Tonholo, acompanhado do pró-reitor de Extensão (Proex) Clayton Santos e do coordenador de Assustos Culturais (CAC) da Ufal Sérgio Onofre, coordenou nesta segunda-feira (31) uma reunião entre equipes da Proex, da Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) e do Espaço Cultural Salomão de Barros Lima, equipamento pertencente à Universidade e situado na Praça Sinimbu, em Maceió. Na pauta do encontro, os preparativos para o início das obras de reforma do Espaço Cultural, trabalho que já conta com recursos de emenda parlamentar no valor de R$ 500 mil garantidas em Brasília pelo deputado federal Paulão (PT).

Na ocasião, Tonholo destacou o empenho da gestão em executar o trabalho de reforma do Espaço o mais celeremente possível. As intervenções no Espaço Cultural iniciam ainda neste ano com trabalhos de reparo emergenciais, buscando dotar o local de capacidade de uso.  Em 2020 o mesmo parlamentar federal já havia garantindo o mesmo montante para obras no auditório Guedes de Miranda, sala situada no espaço e local de referência na realização de vários eventos da universidade nas últimas décadas. O Auditório estava completamente abandonado, sem teto e com problemas graves de infiltração. As obras do auditório começaram em dezembro de 2020.

“Nosso Orçamento sofreu um duro golpe em 2021, com cortes muito acentuados. Inclusive, os recursos garantidos pelo deputado Paulão foram alocados na LOA sancionada pelo governo, porém o ExecutivoFederal garantiu as emendas parlamentares destinadas à Ufal retirando os mesmos valores do global de nossos recursos. Mas temos um compromisso com a Extensão e com a Cultura de nossa Universidade, e vamos honrar o objetivo da emenda do parlamentar e dar início a esta obra tão importante para nossa instituição e para a cidade de Maceió”, garantiu Josealdo Tonholo.

O processo de requalificação do Espaço Cultural vai começar com reparos de emergência na rede elétrica e hidráulica do equipamento, além de consertos no telhado, no sistema de drenagem e de problemas estruturais pontuais que hoje prejudicam o uso das salas do recinto. “Vamos dar ênfase nestas ações e seguir buscando recursos federais para as ações que precisamos implementar, visando a melhoria de nossos equipamentos culturais como o Espaço Cultural e nossos museus”, disse o pró-reitor de Extensão Clayton Santos. Já segundo o coordenador da CAC, Sergio Onofre, “o avanço destas ações é uma prova de que mesmo neste período difícil de pandemia e de restrição orçamentária, a Ufal não está parada e está trabalhando para atender as demandas de sua comunidade”.